Brandão de Vasconcelos

António Teixeira Brandão de Vasconcelos nasceu em Arouca (1866).

Foi bacharel formado em Medicina pela Universidade de Coimbra (1890);
médico em Colares (1891 – 1934); médico municipal em São João das
Lampas; lavrador em Colares; proprietário em Colares; deputado na Nação na Assembleia Nacional Constituinte da República (1911); senador do Senado da República (1911 – 1915); dirigente da Associação de Caridade de Sintra; benemérito na região de Colares e de Sintra; dirigente associativo; fundador da Adega Regional de Colares (1931); deixou ao Estado, em testamento, a sua Quinta da Sarrazola para aí ser instalada uma escola agrícola para a região do vinho de Colares, em memória de sua filha D. Alda Madureira Brandão de Vasconcelos (1934).

Faleceu em Colares (14 de Janeiro de 1934).

O seu nome consta da toponímia de Arouca, das Azenhas do Mar e de
Colares.

Por: Jofre Alves