Carris Metropolitana arranca hoje, dia 1 de julho, nos concelhos de Almada, Seixal e Sesimbra

Com a entrada em funcionamento, no dia 1 de julho, do serviço da Carris
Metropolitana na área geográfica dos concelhos de Almada, Seixal e
Sesimbra (área 3), traduzida em mais frequências, horários, linhas novas
e uma frota de autocarros renovada, a melhoria da mobilidade na área
metropolitana de Lisboa continua em curso.

Neste período de verão, entrarão em funcionamento 111 linhas, que, face
às 88 atualmente existentes, representam um aumento de veículos e
quilómetro oferecidos de 21% (dias úteis), 29% (sábados) e 16%
(domingos). O serviço será operado por 339 viaturas, das quais 236 são
novas.

Desde o dia 26 de junho, estão também abertos cinco espaços
“navegante® Carris Metropolitana”, que são lojas de apoio ao cliente
onde, entre outras operações, se podem carregar títulos e solicitar passes.
No dia 1 de julho aumenta também o serviço rodoviário na área
geográfica dos concelhos de Alcochete, Moita, Montijo, Palmela, Setúbal
e Barreiro (área 4), uma vez que o serviço que está a ser prestado é
superior ao que era praticado antes de 1 de junho, mas ainda inferior ao
definido contratualmente pela Carris Metropolitana.

A Área Metropolitana de Lisboa exigirá às empresas rodoviárias o
cumprimento das obrigações que estão contratualizadas, no tempo
devido, porque necessitamos de mais e melhores transportes públicos.
Sabemos que é um processo complexo e exigente do ponto de vista
técnico, financeiro e de planeamento, mas não podemos permitir que se
ponham em causa os avanços importantes que se estão a construir.

Este é o caminho que a Área Metropolitana de Lisboa, os municípios e a
TML – Transportes Metropolitanos de Lisboa continuarão a fazer, dia
após dia, para que este novo sistema de transportes rodoviários se revista
da resposta projetada e necessária que os 2,8 milhões de habitantes da
área metropolitana de Lisboa anseiam e merecem.