Fiz um crédito pelo telefone. E se me arrepender?

O digital e as novas tecnologias vieram facilitar a vida dos consumidores e atualmente é possível contratar um crédito à distância, através do seu smartphone ou da internet.

Saiba que, antes de se vincular, tem direito a ser informado, em tempo útil, através de papel ou outro suporte duradouro, da identificação da instituição de crédito, de quais os serviços a contratar e dos termos do contrato.

O consumidor deve adotar uma postura preventiva, devendo consultar a lista de entidades de autorizadas a conceder crédito em Portugal de forma a confirmar se aquela entidade se encontra legalmente registada.

Tratando-se de um contrato à distância, o consumidor beneficia ainda de um período de reflexão, tendo o direito de livre resolução, ou seja, ao arrependimento, até 14 dias após a celebração do contrato.

Não precisa de apresentar justificação nem terá qualquer penalização, exceto se já tiver recebido o empréstimo. Nesta situação terá 30 dias para devolver o crédito, incorrendo em juros até ao seu reembolso e eventualmente a pagar o imposto de selo, se já liquidado pela instituição.

Para exercer este direito, o consumidor deve enviar à instituição de crédito carta registada com aviso de receção e guardar comprovativo.
Informe-se connosco. DECO: 21 371 02 00; deco@deco.pt; www.deco.pt