Florence + The Machine lança quinto álbum de estúdio, Dance Fever

Cantora atua no dia 7 de julho no festival NOS Alive     

“A cantora continua a brilhar… Dance Fever mostra-nos Welch a regressar aos hinos eufóricos para estádios que definiram o início da sua carreira” – Vogue

Florence + The Machine lança hoje o seu muito aguardado novo álbum, Dance Fever. O álbum inclui os singles já conhecidos My Love, Free, King e Heaven is Here, todos lançados juntamente com vídeos incríveis realizados pela aclamada cineasta Autumn De Wilde.

Dance Fever foi gravado em Londres durante a pandemia em antecipação à reabertura do mundo. Durante o confinamento, Florence sentiu falta dos clubes, de dançar em festivais, de estar no turbilhão do movimento, da música e da união. Foram as esperanças e sonhos de reencontros com entes queridos e dançar com estranhos que ajudaram a manter vivo o ritmo de Dance Fever. Aquele êxtase, a proximidade, a euforia perante as possibilidades do movimento serviram como uma lembrança da perda da performance e da dança nos clubes. Afinal, a música é uma forma de arte única que tem o poder de nos ajudar a perdermo-nos e sentirmo-nos livres de ansiedades, mesmo que só por um momento.

A imagem e o conceito de dança, e a coreomania, permaneceram centrais enquanto Florence tecia as suas próprias experiências de dança – uma disciplina à qual recorreu nos primeiros dias de sobriedade – com os elementos folclóricos de um pânico moral da Idade Média. Nos últimos tempos de torpor e confinamento, a dança ofereceu propulsão, energia e uma forma de abordar a música de forma mais coreográfica.

Começando, como sempre, com um caderno de poemas e ideias, Florence tinha acabado de chegar a Nova Iorque em março de 2020 para começar a gravar o disco com Jack Antonoff quando a Covid-19 forçou uma retirada para Londres. Escondidas em casa, as canções começaram a transformar-se.

Dance Fever é um álbum que nos mostra Florence no seu auge, chegando a um autoconhecimento plenamente concretizado, rindo da sua própria personalidade, brincando com ideias de identidade, masculina e feminina, redentora, celebrativa, dando um passo firme no lugar que lhe pertence no panteão icónico.

Dance Fever foi produzido por Florence Welch, Jack Antonoff e Dave Bayley.

Florence + The Machine vai apresentar o novo álbum ao vivo no dia 7 de julho no festival NOS Alive.