Portugal realiza maior número de testes diários à COVID-19 desde o início da pandemia

Portugal realizou, dia 30 de novembro, cerca de 117 mil testes à COVID-19, o que representa um novo máximo de testes efetuados num só dia, desde o início da pandemia. Estes dados não incluem os autotestes.

Este número reflete o esforço de testagem levado a cabo em Portugal desde março de 2020. Recorde-se que, até agora, o dia de maior número de testes realizados tinha ocorrido no dia 21 de abril deste ano, com cerca de 98 mil testes.

No dia 26 de novembro, o país tinha já atingido a marca de 21 milhões de testes à COVID- 19. Em novembro de 2021, realizaram-se aproximadamente 1,5 milhões de testes de diagnóstico, com uma média diária de cerca de 50 mil testes.

No que diz respeito à tipologia de testes, realizaram-se até à data cerca de 15 milhões de testes TAAN/PCR e aproximadamente 6,3 milhões de TRAg de uso profissional, num total de 21,4 milhões de testes.

Desde o dia 19 de novembro, os testes rápidos de antigénio efetuados nas farmácias e laboratórios aderentes ao regime excecional de comparticipação voltaram a ser gratuitos.

A medida, que abrange agora toda a população, pretende reforçar a proteção da saúde pública e o controlo da pandemia COVID-19, e vigora até 31 de dezembro.

A reativação do regime excecional e temporário de comparticipação dos TRAg visa contribuir para a deteção e isolamento precoce de casos, prevenir e mitigar o impacto da infeção por SARS-CoV-2 nos serviços de saúde e nas populações vulneráveis, assim como reduzir e controlar a transmissão da infeção por SARS-CoV-2 e monitorizar a evolução epidemiológica da COVID-19.

A Estratégia de Testagem para SARS-CoV-2, norteada por uma finalidade clínica e de Saúde Pública, mantém-se como um importante pilar da monitorização e controlo da transmissão da infeção por SARS-CoV-2 e na gestão da pandemia, tendo sido reforçada a partir de março de 2021 com a implementação do Plano de Operacionalização da Estratégia de Testagem em Portugal, assegurado pela Task Force da Testagem, coordenada por Fernando de Almeida, presidente do Conselho Diretivo do Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge.