Sintra lança apoio a desempregados em novo pacote de medidas

A Câmara Municipal de Sintra aprovou, em reunião do executivo, mais um pacote de medidas num valor superior a 2 milhões de euros a desempregados, taxistas, clubes desportivos, IPSS´s e grupos de teatro e dança com o objetivo de minimizar os impactos sócio económicos da Covid-19.

O município criou um inovador fundo destinado a apoiar e auxiliar os munícipes desempregados, com dotação de 1 milhão e 300 mil euros, na sequência da atual situação social e económica vivida no concelho, no contexto da pandemia de Covid-19.

“O aumento do desemprego é altamente preocupante, com consequências sociais extremamente graves e que podemos verificar, por exemplo, na crescente procura de distribuições de alimentos que temos promovido, e para as quais já há lista de espera. Por isso, decidimos lançar este fundo de apoio aos desempregados”, sublinhou o presidente da Câmara Municipal de Sintra.

O apoio dirige-se a todos os munícipes que a 31 de dezembro de 2020 estivessem, e se mantenham, numa situação de desemprego, façam prova de procura ativa de emprego, não usufruam de subsídio de desemprego nem rendimento social de inserção e que em 2019 não tenham tido um rendimento familiar superior a 20 mil euros.

“Falamos de pessoas sem qualquer apoio social e que se encontram numa situação de fragilidade extrema. As inscrições decorrem entre 1 e 31 de março, com os apoios a serem pagos na totalidade até 15 de abril”, referiu Basílio Horta.

A Câmara Municipal de Sintra irá a partir de dia 1 de março disponibilizar toda a informação e o formulário no seu site oficial para as candidaturas.

O município também aprovou um novo apoio financeiro até ao máximo de 89 mil euros à Cooperativa de Táxis de Sintra, que se traduz num apoio de 650 euros a cada um dos 134 profissionais.

A Câmara Municipal reforçou ainda o apoio financeiro a 139 Instituições Particulares de Solidariedade Social (IPSS) e Instituições Sem Fins Lucrativos do Município, no valor total de 165 mil euros, por forma a que as mesmas possam fazer face às dificuldades que atravessam neste momento de exceção e exigência.

A autarquia aprovou também protocolos de colaboração com a Fundação CulturSintra e os grupos de teatro e dança do concelho no valor de 343 mil euros, no âmbito do Fundo Municipal de Emergência Cultural, para que continuem a desenvolver os seus projetos contribuindo assim para a dinâmica cultural das suas estruturas.

Sintra garantiu ainda um apoio financeiro de 230 mil euros a clubes e associações do concelho de modo a que seja assegurada a continuidade da sua atividade e ainda garantir que a sua reabertura se faça em segurança.

O município sintrense já disponibilizou mais de 20 milhões de euros do seu orçamento municipal desde o início da atual crise pandémica.

Mais medidas e apoios AQUI

A Câmara Municipal de Sintra irá continuar a acompanhar a evolução da propagação do Coronavírus, antecipando e atuando com novas medidas preventivas, caso seja necessário, garantindo as atividades essenciais e prioritárias no município, bem como o apoio à população.