Surgimento de ninhos primários de Vespa Asiática em Sintra

A Câmara Municipal de Sintra alerta para o surgimento de ninhos de Vespa Asiática e solicita a todos que avisem as autoridades responsáveis e não tentem destruir um ninho por conta própria.

Esta operação apenas deve ser realizada por equipas especializadas e pelos meios autorizados, de forma a evitar a proliferação da colónia de vespas e a criação de situações que coloquem em perigo os cidadãos.

Desde a chegada da Vespa Asiática ao seu território, o Município de Sintra destruiu até ao momento, 147 ninhos desta espécie invasora, sendo que 141 são referentes a colónias de 2020.

A Vespa Asiática (Vespa velutina nigrithorax) é uma espécie exótica invasora oriunda do sudeste asiático. É na primavera que esta espécie de vespa velutina constrói os seus ninhos, de grandes dimensões, preferencialmente em pontos altos e isolados, como por exemplo em edifícios.

É nesta fase que o combate a esta espécie invasora é mais eficaz, uma vez que a eliminação da rainha e da sua postura evitará o estabelecimento de uma nova colónia que, numa fase mais avançada, poderá chegar aos milhares de elementos.

A Vespa Asiática causa graves prejuízos para a apicultura, provoca desequilíbrio ecológico, devido à diminuição das populações de insetos polinizadores, é prejudicial à agricultura, por diminuição da polinização e constitui perigo para o ser humano.

Caso detete um ninho de Vespa Asiática deve comunicar a ocorrência ao Serviço Municipal de Proteção Civil, através de correio eletrónico, via telefone pelo número 800 211 113 ou pela plataforma STOPvespa, juntando sempre que possível uma fotografia. O Município ativará, então, os meios necessários para efetuar corretamente e em segurança a destruição do ninho e colónia de vespas.

Saiba mais sobre a Vespa Asiática AQUI