Um dos representantes da Islândia, adversária de Portugal na segunda meia-final da Eurovisão, testou positivo à Covid-19.

Islândia não vai atuar ao vivo na segunda meia-final da Eurovisão, esta quinta-feira, nos Países Baixos. A decisão desta delegação acontece depois de um dos elementos do conjunto Daði og Gagnamagnið ter testado positivo à Covid-19, embora a restante comitiva tenha dado negativo.

Em estreita colaboração com a EBU e a emissora anfitriã, os Daði og Gagnamagnið tomaram a difícil decisão de desistir de atuar ao vivo nas galas do Festival Eurovisão da Canção deste ano, já que eles só se querem apresentar juntos como um grupo“, informou a União Europeia de Radiodifusão.

De recordar que a Islândia é um dos adversários de Portugal na meia-final desta quinta-feira. De acordo com a página Eurovision World, é mesmo uma das nações favoritas à vitória, surgindo em 5.º lugar no ranking geral. Já o nosso país ocupa a 17.ª posição.

Fonte: atelevisao.com